Publicidade

Estado de Minas IMUNIZAÇÃO

Pazuello diz a prefeitos que pode fechar compra da vacina da Pfizer

Ministro da Saúde disse que acordo seria fechado ainda nesta quarta (03/03), mas não informou quantas doses devem ser compradas pelo governo federal


03/03/2021 16:18 - atualizado 03/03/2021 16:31

Pazuello chegou a rejeitar a oferta da Pfeizer, mas está sendo pressionado para ampliar a oferta de vacinas no país(foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)
Pazuello chegou a rejeitar a oferta da Pfeizer, mas está sendo pressionado para ampliar a oferta de vacinas no país (foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quarta-feira (03/03) que pretende fechar ainda neste dia a compra da vacina da Pfizer. A promessa foi feita a representantes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

A fala de Pazuello ocorre no momento de explosão de internações e colapso de sistemas de saúde em todo o país. O governo é pressionado para ampliar a oferta de imunizantes, mas Pazuello e o presidente Jair Bolsonaro rejeitam há meses a oferta da Pfizer.

O ministro não informou quantas doses da Pfizer devem ser compradas. Em apresentações recentes a prefeitos e governadores, Pazuello disse que a negociação seria por 100 milhões de doses, mas com a entrega de uma primeira parcela de 8,71 milhões de doses em julho. O restante, entre outubro e dezembro.

A Câmara aprovou na terça-feira (02/03) um projeto para que a União possa assumir as responsabilidades por eventuais efeitos adversos de vacinas da covid-19. Trata-se de exigência da Pfizer e da Janssen que o governo vinha apontando como abusiva.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade