Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Caminhoneiros e motoristas estão no grupo prioritário da vacina da COVID-19

Em março de 2020, o governo considerou o serviço de transporte essencial para o país


22/01/2021 10:57 - atualizado 22/01/2021 11:28

Caminhoneiros recebem imunização pelo menos antes dos 100 milhões de brasileiros(foto: Agência Brasil)
Caminhoneiros recebem imunização pelo menos antes dos 100 milhões de brasileiros (foto: Agência Brasil)
O governo federal incluiu os trabalhadores de transporte coletivo e transportadores rodoviários de carga como grupo prioritário na vacina da COVID-19. Esta é uma das reivindicações da categoria, que estava em negociação com o Ministério da Saúde e também com o Ministério de Infraestrutura desde dezembro.

Segundo a Confederação Nacional do Transporte, a intenção é vacinar 2 milhões de pessoas do setor na fase quatro do grupo prioritário. Com isso, eles recebem a imunização pelo menos antes dos 100 milhões de brasileiros, que não fazem parte da prioridade.

Um informe técnico do governo federal especificou quais os trabalhadores que terão esta prioridade: motoristas e cobradores do transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários (até mesmo da área administrativa), funcionários de companhias aéreas nacionais, de empresas metroferroviárias de passageiros e de cargas, funcionários de empresas brasileiras de navegação.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o presidente da CNT, Vander Costa, disse que esta foi uma das reivindicações cobradas em março de 2020, quando o governo considerou o serviço de transporte essencial para o país. “Esse é um reconhecimento da importância do trabalho que vem sendo desempenhado pelo setor, essencial para a manutenção das atividades de todo país”, disse.

*Estagiária sob supervisão do subeditor Daniel Seabra


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade