Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Hidroxicloroquina não teve resultados desejados contra COVID-19, diz OMS

Líder de equipe de pesquisas, Ana Maria Henao Restrepo ainda afirmou ser impossível saber se teremos vacina para a doença


postado em 02/07/2020 14:27 / atualizado em 02/07/2020 15:33

"Hidroxicloroquina não teve os resultados positivos que gostaríamos", disse pesquisadora da OMS (foto: George Frey/AFP)
Líder de equipe para Implementação de Pesquisas da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ana Maria Henao Restrepo comentou sobre os testes em andamento de medicamentos para a COVID-19. Durante entrevista coletiva, ela lembrou que a hidroxicloroquina foi testada no estudo comandado pela OMS, mas "infelizmente, não teve os resultados positivos que gostaríamos" contra essa enfermidade.

Anteriormente, Restrepo havia comentado sobre as pesquisas com vacinas. Ela se disse "encorajada" com os avanços conseguidos em testes, mas também lembrou que não é possível neste momento saber se haverá vacina eficiente contra a doença.

Segundo ela, porém, várias candidatas têm avançado nas etapas previstas nessa busca. "Nos sentimos encorajados com o progresso das vacinas, mas aguardamos mais resultados", disse.

A autoridade da OMS informou que há 17 vacinas em alguma etapa das fases de testes clínicos (1, 2 ou 3), neste momento, com expectativa de que nas próximas semanas esse número aumente. 

Restrepo ainda comentou que uma das candidatas, da Universidade Oxford, está avançando agora para a fase 3 de testes, enquanto outras cinco delas estão na fase 2.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade