Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Após negar existência do vírus, Edir Macedo é internado com COVID-19

Líder da Igreja Universal fez tratamento com o medicamento cloroquina


postado em 12/06/2020 09:34 / atualizado em 12/06/2020 10:22

(foto: Reprodução/Agência Brasil)
(foto: Reprodução/Agência Brasil)
O bispo Edir Macedo, dono Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e da Record, contraiu COVID-19. A informação começou a circular na noite dessa quinta-feira (11). De acordo com informações do jornalista Erlan Bastos, o empresário estaria internado no Hospital Moriah. Edir Macedo já havia negado a existencia do vírus e dito que o coronavírus era uma estratégia da mídia.

De acordo com o jornalista, o religioso estaria tentando manter sua internação totalmente em sigilo. Edir Macedo teria sido internado sob o pseudônimo Josué, para não ser reconhecido nem exposto pela imprensa.

O empresário, de 75 anos, é parte do grupo de risco da doença. Apesar disso, anteriormente ele já havia pregado para milhões de fiéis que o vírus era uma invenção da mídia para causar pânico nas pessoas. O religioso chegou a dizer em um culto que o coronavírus pertencia ao "satanás". Na época da afirmação, Macedo foi muito criticado nas redes sociais.

Segundo informações do R7, o líder da Igreja Universal fez tratamento com o medicamento cloroquina e “está completamente recuperado da doença”. Macedo teria recebido alta médica nesta sexta-feira (12).

O bispo foi atendido pela equipe médica coordenada pelo Dr. Leandro Echenique e Dr. Ricardo Teixeira. De acordo com os médicos, o ele respondeu muito bem ao tratamento.
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade