Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Nota do Ministério da Saúde enviada à imprensa omite número recorde de mortes em 24h

Texto enviado por e-mail à imprensa destacou apenas o número de recuperados da doença


postado em 19/05/2020 21:22 / atualizado em 19/05/2020 22:16

E-mail foi enviado à imprensa logo depois da pasta atualizar o número de mortes no país (foto: Reprodução/Gmail)
E-mail foi enviado à imprensa logo depois da pasta atualizar o número de mortes no país (foto: Reprodução/Gmail)

Em e-mail enviado à imprensa nesta terça-feira com o boletim epidemiológico relacionado à pandemia do coronavírus, o Ministério da Saúde omitiu o registro recorde de 1.179 mortes em 24 horas. A pasta federal optou por destacar no correio eletrônico apenas o número de recuperados.

O título do e-mail divulgado às 20h6min era “Sobe para 106.794 o número de pessoas recuperadas da COVID-19”. Além disso, o texto inicial, de apenas um parágrafo, discorre sobre o número de pacientes que conseguiram se recuperar. “Nessa segunda-feira (18), o Brasil bateu a marca de 100 mil casos recuperados”, informou.

Além de ignorar o registro recorde de mortes no país em 24 horas, o Ministério da Saúde não citou no e-mail os 14.408 novos casos de COVID-19 no período de um dia. 

A nota completa do Ministério da Saúde, que constava apenas no site oficial, registrava o número de mortes apenas no fim do texto (leia abaixo). Essa é uma mudança clara de postura do Ministério sob o comando do general Eduardo Pazuello, que não é médico.

Nessa segunda-feira (18), primeiro dia útil do general como ministro da Saúde, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República celebrou em sua conta no Twitter o número de recuperados da doença. "Hoje o Brasil comemora 100 mil vidas salvas em meio à crise mundial. Mais precisamente, 100.459 pessoas curadas em todo o país. Enquanto muitos focalizam a morte, o Governo do Brasil trabalha pela vida e celebra a vida", publicou.

Na ocasião, o país tinha registrado 674 novas mortes em 24 horas. Além disso, no total, o Brasil contabilizava 16.792 óbitos e 254.220 casos da COVID-19.

Nota mostra mudança de postura do Ministério sob comando interino de Eduardo Pazuello(foto: Erasmo Salomão/MS)
Nota mostra mudança de postura do Ministério sob comando interino de Eduardo Pazuello (foto: Erasmo Salomão/MS)

Números gerais

Ao todo, conforme dados divulgados nesta terça-feira, o país tem 271.628 diagnósticos positivos da doença e 17.971 mortes. Segundo a pasta federal, 39,9% do total de pessoas que foram contaminadas pelo vírus já se recuperaram. Isso significa que 53,5% dos contaminados ainda estão com a doença, uma vez que a taxa de letalidade registrada no país é de 6,6%.

Até o momento da publicação desta matéria, o Ministério da Saúde não tinha emitido nenhuma nota de lamento quanto às mais de mil vidas perdidas para a COVID-19 no país.

Texto do e-mail enviado à imprensa:

Sobe para 106.794 o número de pessoas recuperadas da COVID-19

O número representa 39,3% do total de casos confirmados no Brasil. Nas últimas 24h, 6.335 pessoas se recuperaram da doença. As informações foram atualizadas até as 19h desta terça-feira (19/5)

Subiu para 106.794 o número de pessoas recuperadas da COVID-19 no Brasil, o que representa 39,3% do total de casos confirmados até o momento (271.628). Há também 146.863 pessoas em tratamento. O Governo do Brasil, junto às secretarias de saúde estaduais e municipais, está cuidando de todos. Nesta segunda-feira (18) o Brasil bateu a marca de 100 mil casos recuperados. As informações foram atualizadas até as 19h desta terça-feira (19/5) pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Outras 146.863 pessoas estão sendo acompanhadas (54,1%) pelos profissionais de saúde.

Nas últimas 24h, 6.335 pessoas se recuperaram da doença. (parte seguinte foi omitida)

Texto publicado no portal do Ministério da Saúde:

Subiu para 106.794 o número de pessoas recuperadas da COVID-19 no Brasil, o que representa 39,3% do total de casos confirmados até o momento (271.628). Há também 146.863 pessoas em tratamento. O Governo do Brasil, junto às secretarias de saúde estaduais e municipais, está cuidando de todos. Nesta segunda-feira (18) o Brasil bateu a marca de 100 mil casos recuperados. As informações foram atualizadas até as 19h desta terça-feira (19/5) pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Outras 146.863 pessoas estão sendo acompanhadas (54,1%) pelos profissionais de saúde.

Nas últimas 24h, 6.335 pessoas se recuperaram da doença. Até o momento, o país registra 17.971 óbitos, sendo que 1.179 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias. Isso porque as notificações ocorrem apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes. Desse total, 225 mortes ocorreram, de fato, nos últimos três dias e outras 3.319 estão em investigação.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade