Publicidade

Estado de Minas

Suspeito de ataque à produtora do Porta dos Fundos é apontado como integrante de milícia no Rio de Janeiro

Eduardo Cerquise é considerado foragido


postado em 31/12/2019 20:10 / atualizado em 31/12/2019 20:17

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

O economista e empresário Eduardo Fauzi Richard Cerquise é um dos suspeitos de comandar o ataque à produtora de vídeos Porta dos Fundos, ocorrido na madrugada do último dia 24. O crime aconteceu na sede da produtora, no Humaitá, Zona Sul do Rio de Janeiro.

Na manhã desta terça-feira, autoridades foram às ruas da cidade a fim de cumprir mandado de prisão contra o suspeito, mas sem sucesso. Ele é considerado foragido.

Eduardo, de 41 anos, também é investigado devido à atuação em uma milícia na cobrança de estacionamentos rotativos no Centro do Rio de Janeiro, com apuração em curso. O empresário, presidente da Associação dos Guardadores Autônomos de Veículos São Miguel, tem 20 anotações criminais, incluindo ocorrências de ameaça, lesão corporal, desacato, extorsão e Lei Maria da Penha.

A Polícia Civil informou que ele exercia ilegalmente a atividade econômica em um estacionamento na região Central do Rio, sem alvará de funcionamento.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade