Publicidade

Estado de Minas

Homem mata ex-namorada a tiros e depois tira a própria vida

O crime aconteceu dentro de uma loja de pneus, em Piracicaba, a 154 km de São Paulo. Os dois morreram no local


postado em 09/12/2019 15:18 / atualizado em 09/12/2019 16:01

Adrielle Francine Dezzotti, de 33 anos, foi assassinada pelo ex-companheiro, Marcos Alves, de 49(foto: Reprodução/Facebook)
Adrielle Francine Dezzotti, de 33 anos, foi assassinada pelo ex-companheiro, Marcos Alves, de 49 (foto: Reprodução/Facebook)
Uma mulher identificada como Adrielle Francine Dezzotti, de 33 anos, foi assassinada pelo ex-companheiro, Marcos Alves, de 49, em Piracicaba, a 156 km de São Paulo. O homem fez vários disparos contra a mulher e depois tirou a própria vida. O crime aconteceu dentro de uma loja de pneus, por volta das 8h. Os dois morreram no local. 

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Olívia dos Santos Fonseca, os dois viviam uma união estável de sete anos. O caso é investigado como feminicídio seguido de suicídio.

Segundo a investigação, Adriele teria levado o carro para o conserto na loja de pneus e Marcos teria seguido a mulher até o local. Ela disse que só conversaria com ele dentro da loja e foi neste momento que o homem tirou a arma e disparou três tiros contra a mulher. Em seguida, ele atirou em si mesmo.

O Serviço de Atendimento Móvel (Samu) foi acionada por volta das 8h40 e constatou as duas mortes no local. 

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Piracicaba também foi acionada e isolou o local para perícia. Os corpos foram retirados da cena do crime pelo Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

A investigação ainda não concluiu quanto tempo os dois estavam separados, mas Adriele teria pedido uma ordem de medida protetiva contra Marcos em outubro deste ano.
 
*A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  


Publicidade