Publicidade

Estado de Minas

'Rodrigo Hilbert' da PF estuda lançar livro relatando convivência com Lula

A ideia surgiu após uma visita do escritor cubano Leonardo Padura ao petista no dia 15 de agosto


postado em 18/11/2019 14:18 / atualizado em 18/11/2019 14:57

(foto: ARL DE SOUZA/AFP)
(foto: ARL DE SOUZA/AFP)
Chefe da escolta dos presos da Lava Jato em Curitiba, Jorge Chastalo planeja lançar um livro contando sobre a experiência de ser o carcereiro do ex-presidente Lula. A ideia surgiu após uma visita do escritor cubano Leonardo Padura ao petista no dia 15 de agosto. 

Segundo relatos, o autor do best-seller "O homem que amava os cachorros", teria conversado por 10 minutos com o agente e debatido a ideia. Até o momento, o agente da Polícia Federal ainda não conversou com editoras para tratar da possível publicação.

Em entrevista ao jornal O Globo, Chastalo revelou que apesar de se considerar "mais de direita", a convivência com o petista o levou a reavaliar algumas posições. 

O primeiro encontro entre Lula e Chastalo aconteceu em 2017. O agente ficou conhecido nas redes sociais como "Rodrigo Hilbert da PF" e passou a ser abordado na sede da Polícia Federal em Curitiba para selfies. 
Em seu primeiro discurso após ser liberado, Lula admitiu ter feito alguns amigos durante o seu tempo na prisão, mas preferiu não citar nomes numa tentativa de evitar perseguições.


Publicidade