Publicidade

Estado de Minas

Polícia localiza mais uma parte do corpo de vigilante esquartejado

Equipe pericial da Polícia Civil localizou uma das coxas do vigilante na madrugada desta quarta-feira (13)


postado em 13/11/2019 13:23

Vigilante, que estava desaparecido desde sábado (9/11), teve o corpo esquartejado (foto: Facebook/Divulgação )
Vigilante, que estava desaparecido desde sábado (9/11), teve o corpo esquartejado (foto: Facebook/Divulgação )
A equipe pericial do Instituto de Medicina Legal da Polícia Civil (PCDF) localizou mais uma parte do corpo esquartejado do vigilante, Marcos Aurélio Rodrigues de Almeida, de 32 anos. Uma coxa, que seria do vigilante desaparecido desde sábado (9/11), foi encontrada na madrugada desta quarta-feira (13/11). A corporação informou que, com o membro achado nesta madrugada, já são três guias de recolhimento para a realização de perícias.
Segundo a polícia, como as partes encontradas foram localizadas em lugares diferentes, não há ainda constatação de que são do mesmo corpo. Porém, por conta da similaridade anatômica, há possibilidade de que sejam. Apenas o exame de DNA irá confirmar se elas pertencem a mesma pessoa. Faltam ainda serem localizadas a outra coxa e a cabeça. 

Marcos Aurélio, morador de Samambaia, era vigilante de um restaurante e desapareceu após sair do trabalho no sábado. Segundo familiares, ele saiu do local de trabalho, no Setor de Indústrias Gráficas (SIG), às 8h30 do sábado e foi para o ponto de ônibus. Após isso, ele ligou para a noiva informando de que iria para a Rodoviária do Plano Piloto. 

Partes do corpo do vigilante, as pernas e braços, foram encontrados na terça-feira (12/11) jogados em uma sarjeta na Quadra 327, no terminal de ônibus de Samambaia Sul. O tronco estava dentro de um saco plástico preto, na Quadra 325. 

A família compareceu ao local e chegou a ver a aliança de Marcos. As roupas foram apreendidas para exame pericial. A 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul) investiga o caso. 


Publicidade