Publicidade

Estado de Minas

Ganhadores da Mega Sena fazem planos e pretendem ajudar caravana para visitar Lula

A grana só deve cair na conta na segunda-feira, mas alguns deles já começam a pensar o que vão fazer com o dinheiro


postado em 19/09/2019 19:12 / atualizado em 19/09/2019 19:23

Gabinete da liderança do Partido dos Trabalhadores(foto: Bernado Bittar/CB/D.A Press)
Gabinete da liderança do Partido dos Trabalhadores (foto: Bernado Bittar/CB/D.A Press)
A maioria dos 49 funcionários do Partido do Trabalhadores (PT) que ganhou o último sorteio de Mega Sena foi trabalhar normalmente, após a comemoração na noite de quarta-feira, com a divulgação do resultado. Pelos menos três deles (dois homens e uma mulher), que não quiseram se identificar, continuavam cumprindo o expediente até as 17h, na Câmara dos Deputados. Cada um deles teve uma reação ao saber que tinha ficado milionário — uma cota do bolão dá direito a R$ 2,453 milhões, do total de R$ 120 milhões. A grana só deve cair na conta na segunda-feira, mas eles já começam a fazer alguns planos.

Eles ainda não sabem exatamente o que vão fazer com tanto dinheiro. Mas a primeira iniciativa que está sendo pensada é colaborar com a caravana que deverá sair na próxima semana, em direção a Curitiba, para visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Todo mundo é militante e veio trabalhar. Eu cheguei antes das 8h. Tem gente dizendo que a liderança está vazia. Mas é porque nem todos ficam aqui. Trabalhamos circulando", explicou um dos sorteados e um dos fundadores do grupo de apostadores, que começou em 2015. Para ele, o dinheiro veio na hora certa. Na semana passada, ele estava apertado e precisou pegar um CDC no banco, de R$ 25 mil.

Além de se ver livre da dívida, ele disse que tem três sonhos: comprar um pequeno apartamento para a filha que vive de aluguel; resolver um problema de uma briga familiar por herança. "Vou comprar a parte de uns sobrinhos que acham que têm direito a uma propriedade que meu pai deixou."; e finalmente, comprar uma fazenda. "Eu sou da roça", contou. "Mereço tranquilidade depois do enorme susto. Quando soube que ganhamos, desabei diante da televisão (durante o jogo Athletico Paranaense x Internacional). E não fechei o olho até as 4h", contou.

O outro apostador está até pensando em casar de novo com a mesma mulher. “Estava me preparando para dormir, ele me ligou (o personagem anterior). Não acreditei, pensei que fosse mentira, uma espécie de pegadinha. Só me convenci depois de um tempo”, disse o funcionário da Liderança do PT. Ninguém na casa dele dormiu à noite. “Foi uma loucura. Minha mulher ficou tão emocionada que falou para mim; 'casa comigo de novo'”, divertiu-se o ganhador

O grupo

As mesmas pessoas ali na Liderança do PT sempre fazem apostas quando o prêmio acumula, disse uma ganhadora. "Não tem periodicidade. É sempre quando não sai uma ou duas vezes." Outro ganhador disse que sempre teve esperança, porque é um estudioso da "teoria da probabilidade". "Acho importante juntar todas as loterias. Isso daria mais chances de acerto, o prêmio seria maior e mais gente poderia se beneficiar", disse.

O projeto de união de todos os prêmios foi apresentado, há anos, ao ex-deputado federal do PT Emílio José (agora no PSol/BA). Mas a proposta não andou no parlamento. O que ele não contava é que, depois que ganhou o prêmio, amigos, familiares, vizinhos, colegas de trabalho começassem a procura-lo insistentemente. "Impressionante como nos descobrem rápido. Já me pediram ajuda, dinheiro emprestado, colaboração para fazer um curso para aprovação em concurso público e até o pessoal que lida com obras de caridade já me ligou", afirmou.


Publicidade