Publicidade

Estado de Minas

Bombeira morre atingida por fio de alta-tensão ao combater incêndio

Marizelli Armelinda Dias trabalhava no combate ao fogo que atingia uma área de vegetação em Taguatinga, na manhã deste domingo


postado em 15/09/2019 17:27 / atualizado em 15/09/2019 18:13

Marizelli deixa dois filhos de apenas 4 e 5 anos(foto: Reprodução)
Marizelli deixa dois filhos de apenas 4 e 5 anos (foto: Reprodução)


Morreu, na tarde deste domingo, Marizelli Armelinda Dias, do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF). Ela foi atingida por uma árvore e por um fio de alta-tensão enquanto combatia um incêndio. O acidente ocorreu pela manhã e a militar, de 31 anos, foi transportada em estado grave ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

Recém-integrada à corporação, Marizelli trabalhava no combate a um incêndio em uma mata na QNL 02, em Taguatinga. Em determinado momento, uma árvore caiu, arrastando fios de alta-tensão.

Os bombeiros precisaram esperar a resposta da Companhia Energética de Brasília (CEB) para confirmar a inexistência de corrente elétrica e conseguir fazer o resgate com segurança. 



Ela teve uma parada cardíaca no local do acidente e recebeu massagem. Já no hospital, sofreu mais duas. Ela teve traumatismo craniano e fraturas na perna, no tórax, na costela e no braço. 

Marizelli era separada e deixa dois filhos, Raniele, 4 anos, e Erick, 5.


Publicidade