Publicidade

Estado de Minas GERAL

Após não ser recebido por Bolsonaro, chanceler francês elogia Estado de SP


postado em 30/07/2019 19:19

O chanceler da França, Jean-Yves Le Drian, disse nesta terça-feira, 30, ao lado do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que encerrou a visita que fez ao Brasil pelo Estado devido "à ligação e ao respeito" com o Acordo de Paris.

Le Drian fez um breve pronunciamento ao lado de Doria, com quem se manteve reunido por mais de uma hora. Ele fez uma declaração e pediu para não responder a perguntas.

Ontem, ele não foi recebido pelo presidente Jair Bolsonaro, que alegou "questão de agenda". Minutos depois, Bolsonaro fez uma transmissão para redes sociais enquanto cortava o cabelo.

Além da questão ambiental, a reunião entre a comitiva francesa e o governo do Estado tratou de temas como saúde, educação e tecnologia.

Foi discutida ainda a questão de infraestrutura. Segundo Doria, a França tem "know-how" nas áreas de metrô, ferrovias e aeroportos e essa experiência pode ser compartilhada com o Estado no processo de desestatização.

Acordo de Paris

Doria (PSDB) afirmou que o Brasil "não pode virar as costas ao tema ambiental".

A declaração de Doria foi feita minutos depois de encerrar o encontro dele com o chanceler da França, Jean-Yves Le Drian, que teve como um dos temas o compromisso de São Paulo com o Acordo de Paris. O chefe de Le Drian, o presidente francês, Emmanuel Macron, fez críticas à política ambiental do governo de Jair Bolsonaro.

"O Brasil não pode abdicar de respeitar o acordo de Paris. Não podemos virar as costas ao tema ambiental, porque isso influi na relação bilateral, especialmente com o continente europeu", disse.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade