Publicidade

Estado de Minas GERAL

Amostras de água da Billings são colhidas para descobrir causa da morte de peixes


postado em 26/03/2019 13:01

Responsável pelo fornecimento de água para mais de dois milhões de pessoas na Grande São Paulo, a represa Billings se deparou no último fim de semana com a morte de milhares de peixes que apareceram boiando na região de São Bernardo do Campo, cidade do ABC paulista.

De acordo com a Colônia de Pescadores de São Bernardo do Campo Orlando Feliciano, a cena é de "cortar o coração e o culpado precisa ser punido". Pescadores ficaram assustados com a morte de peixes de diversas espécies.

"Parece um tapete branco, mas são peixes lambaris mortos", destacou a comunidade em um vídeo. A Secretaria Estadual do Meio Ambiente de São Paulo informou que coletou no início da tarde desta terça-feira, 26, amostras da água do reservatório para analisar e descobrir o que provocou a morte dos peixes.

Em meio ao desastre ambiental, a represa comemora 94 anos de existência nesta quarta-feira, 27. O reservatório represa foi idealizado em 1925 pelo engenheiro Billings, funcionário da extinta concessionária de energia elétrica Light.

Atualmente, cerca de 400 pessoas vivem de pesca na região. Além disso, o local também recebe visitantes nos fins de semana para passeios de barco. Há restaurantes nas margens da represa

A represa Billings é considerada como um dos principais reservatórios de água da região metropolitana de São Paulo. Peixes como tilápias, lambaris e traíras são encontrados na região.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade