Publicidade

Estado de Minas GERAL

Arma de guerra é apreendida após tentativa de assalto a carro-forte em Piracicaba


postado em 12/03/2019 13:50

Um fuzil calibre .50, arma de guerra capaz de abater uma aeronave, foi apreendido durante tentativa de assalto a um carro-forte, no final da noite desta segunda-feira, 11, em Piracicaba, no interior de São Paulo. A arma estava em poder de uma quadrilha em dois carros que bloquearam a passagem do veículo da empresa de valores Protege, na rodovia Luiz de Queiroz (SP-304).

O assalto foi frustrado pela ação do condutor do carro-forte, que acelerou e atingiu um dos veículos dos assaltantes. Houve tiroteio e pânico na estrada. Motoristas que passavam foram rendidos e tiveram de entregar seus carros aos ladrões. Ao menos duas pessoas ficaram feridas.

A quadrilha interceptou o carro-forte no km 151 da rodovia, na divisa entre Piracicaba e Santa Bárbara d'Oeste. Os criminosos fizeram disparos para obrigar o motorista a parar. O condutor, no entanto, avançou contra o carro usado pelos assaltantes e o abalroou. O veículo ficou danificado e os criminosos o abandonaram, mas reagiram atirando contra os seguranças. Durante o tiroteio, um vigilante ficou ferido, mas sem gravidade. Foram encontradas manchas de sangue no carro usado pelos ladrões, indicando que ao menos um deles também ficou ferido.

Ao menos dois carros de pessoas que passavam pela estrada foram levados pelos assaltantes em fuga. A rodovia teve as duas pistas interditadas. O fuzil calibre .50 estava no veículo abalroado, com grande quantidade de munição. Também foram encontradas latas com "miguelitos" - pregos retorcidos, usados para furar pneus - e uma sacola com explosivos. A área foi isolada até a chegada da equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar para retirar os explosivos. Até o fim da manhã, ninguém tinha sido preso.

A Protege informou, em nota, que está colaborando com as autoridades na investigação da tentativa de assalto e que todos os colaboradores se encontram em segurança. "Destacamos ainda a pronta resposta de policiais militares e rodoviários, que apreenderam uma metralhadora de guerra e explosivos em posse dos criminosos", disse.

Outro caso

No último sábado, dia 9, uma quadrilha com ao menos dez integrantes atacou e explodiu um carro-forte da Protege em São Carlos, também no interior paulista. O veículo foi atacado na rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto Junior (SP-318). A pista foi bloqueada por um caminhão, após o motorista ser tomado como refém. Os criminosos levaram cerca de R$ 2 milhões. Durante a explosão do cofre, o carro-forte pegou fogo e parte das cédulas foi queimada. Ninguém ficou ferido.


Publicidade