Publicidade

Estado de Minas GERAL

Tiago Abravanel comanda festa em néon na Faria Lima


postado em 24/02/2019 19:50

A sensação era de que dois corpos (ou mais) podem ocupar o mesmo espaço. Ao longo da Avenida Brigadeiro Faria Lima, em Pinheiros, na zona oeste, uma multidão dançou e cantou junto com o cantor e ator Tiago Abravanel. O artista animou pelo quarto ano consecutivo o bloco Gambiarra, uma das principais festas LGBTI+ do período carnavalesco de São Paulo. O primeiro ano do bloco, 2015, não teve a participação de Abravanel e ocorreu no bairro Sumaré, também na zona oeste.

Apesar do aglomerado de pessoas, a estudante Letícia Calixto, de 27 anos, disse que "bloco bom só presta assim". É o seu terceiro ano consecutivo no Gambiarra e ela afirma que não tem previsão para voltar para casa, na Barra Funda.

"Este ano está mais organizado. Consegui chegar de metrô tranquilamente", comparou. A escassez de banheiros, problema relatado pelos foliões desde este sábado, 23, também é apontado por Letícia. "São poucas cabines. A distância entre um banheiro e outro também é grande."

Vestido da cabeça aos pés com tons néon, do verde ao rosa, Abravanel cantou hits de artistas como IZA, Pabllo Vittar e Aretuza Lovi. A cantora drag queen, inclusive, faz participação nesta edição. Além de canções nacionais, incluindo Jenifer, de Gabriel Diniz, um dos hits do verão, músicas internacionais também fizeram sucesso durante o percurso, como a composição símbolo da resistência LGBTI+, I Will Survive, de Gloria Gaynor.

"Temos gente com todos os gêneros e orientações sexuais aqui. Mas, acima de tudo, temos pessoas felizes", disse Aretuza em cima do trio. "Tendo amor e respeito, a gente muda o mundo", ressaltou Tiago.

Além de Aretuza, também participam da folia a cantora e atriz Jeniffer Nascimento, a banda Tchakabum, a dupla Talis e Welinton e a travesti Xuxeta, personagem do artista Lindsay Paulino. Miro Rizzo é o DJ residente da festa.

O trio seguia no fim da tarde deste domingo até o Largo da Batata, ponto de encontro de outros blocos. Um pouco mais distante de Gambiarra, dois outros trios animavam os foliões com axé e música eletrônica. A Prefeitura de São Paulo estimou a participação de 50 mil pessoas no trajeto completo.


Publicidade