Publicidade

Estado de Minas GERAL

A jornal, Schvartsman afirma que deve haver 'muitas vítimas' em MG


postado em 25/01/2019 18:58

O presidente da Vale, Fábio Schvartsman, disse nesta sexta-feira, 25, ao jornal O Globo que a barragem de Brumadinho estava não ativa desde 2015 e em processo de descomissionamento. Ele afirmou que ainda não há dimensão do tamanho do impacto, apesar de reconhecer que deva haver muitas vítimas. E lamentou a repetição do problema, após o rompimento da barragem de Mariana, em 2015: Como vou dizer que a gente aprendeu (após o acidente de Mariana) se acaba de acontecer um acidente desses?", disse.

"O que posso dizer foi o que a gente fez depois do acidente. Viramos todas as barragens do avesso e contratamos as melhores auditorias do mundo para verificar o estado de todas elas. Fizemos tudo que a gente entende que era possível para garantir a segurança e a estabilidade. O fato é que não sabemos o que aconteceu e o que ocasionou, mas certamente vamos descobrir", completou.

Ele informou que irá a Brumadinho tão logo haja climáticas para tal e reconheceu que houve um vazamento "significativo" e que deve haver muitas vítimas. "A região é de acesso muito difícil e uma região muito afastada. Tinham muitos funcionários da Vale no momento. Infelizmente, deve ter muitas vítimas", disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade