Publicidade

Estado de Minas

Vídeo mostra PM detendo diplomata suspeito de agredir a namorada; veja

Renato de Ávila Viana, 41 anos, é suspeito de bater na namorada. Vizinhos ouviram gritos de socorro e acionaram a PM


postado em 21/09/2018 09:28 / atualizado em 21/09/2018 10:34

O diplomata Renato de Ávila Viana, 41 anos(foto: Reprodução/Facebook )
O diplomata Renato de Ávila Viana, 41 anos (foto: Reprodução/Facebook )

Um vídeo do momento exato da prisão do diplomata Renato de Ávila Viana, 41 anos, acusado de bater na namorada, mostra que policiais tiveram de arrombar a porta do apartamento para conseguir detê-lo. A ação aconteceu na tarde de quarta-feira, após vizinhos ouvirem gritos de socorro e acionarem a Polícia Militar. Ao chegar ao endereço, militares pediram que o homem abrisse a porta, mas ele se recusou. Um dos policiais, então, arrombou a entrada da casa.


Ele o foi levado à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) e acabou autuado por dano ao patrimônio, desacato, lesão corporal e violência doméstica. Pagou fiança de R$ 1 mil e foi liberado. 

Demissão

Na manhã dessa quinta-feira, Renato foi demitido do cargo de primeiro-secretário do Ministério das Relações Exteriores. Este não é o primeiro caso de agressão contra mulheres que o diplomata é acusado.
 
Em dezembro do ano passado, ele teria arrancado o dente de uma ex-namorada após ela ter se recusado a retomar a relação. Antes disso, o homem respondeu judicialmente por manter a namorada em cárcere privado. Ela é a mesma vítima que teria apanhado na quarta-feira.  
 
(foto: Reprodução/Facebook )
(foto: Reprodução/Facebook )

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade