Publicidade

Estado de Minas GERAL

Marília libera rota de fuga contra pedágio


postado em 18/09/2018 08:17

A prefeitura de Marília, município no interior de São Paulo, liberou para o tráfego uma estrada vicinal usada como rota de fuga de um pedágio instalado na Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333). A Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) considera a ligação irregular e perigosa.

Em junho deste ano, a própria prefeitura havia editado lei fechando essa ligação, sob a alegação de que o aumento no tráfego representaria risco para motoristas. A reabertura foi aprovada pela Câmara na semana passada.

A vicinal dá acesso à SP-333 sem passar pelo pedágio, instalado no km 315. A ligação é usada por moradores de chácaras e bairros rurais lindeiros à rodovia. Com o fechamento da via, cerca de 300 famílias que ficariam ilhadas pediram a isenção da tarifa no deslocamento para a área urbana. Muitos moradores trabalham ou estudam na cidade e terão de pagar R$ 7,30 na ida e na volta.

A prefeitura de Marília informou que liberou o acesso após várias reuniões com moradores. A concessionária Entrevias diz que a Artesp foi contrária à isenção de pagamento, alegando que haveria violação de isonomia. A agência confirmou que não haverá isenção, pois não está em conformidade com o previsto no contrato. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade