Publicidade

Estado de Minas GERAL

Estudante brasileiro de 26 anos é morto por tubarão nos EUA


postado em 17/09/2018 12:24

O estudante brasileiro Arthur Medici, de 26 anos, foi morto por um ataque de tubarão na praia de Newcomb Hollow, em Cape Cod, no sábado 15. Ele foi atacado por volta do meio-dia, quando praticava bodyboarding com um amigo. Após o ataque, seu colega o levou para a areia, onde Medici recebeu atendimento de emergência, incluindo reanimação cardiopulmonar e aplicação de torniquetes. Em seguida, o estudante foi levado ao hospital na cidade de Hyannis, onde foi declarado morto.

Este é o primeiro caso de morte por ataque de tubarão no Estado de Massachusetts em mais de 80 anos e o segundo ataque em Cape Cod neste ano. A praia permaneceu fechada no domingo, 17. Flores foram colocadas ao pé de um uma placa que dizia "Proibido nadar, surfar etc. até novo aviso", mas algumas pessoas praticavam paddleboarding na água, noticiou o jornal Boston Herald. No mesmo dia, um tubarão foi avistado vários quilômetros ao sul de Wellfleet, segundo a organização de proteção a tubarões Atlantic White Shark Conservancy.

Medici morava em Revere, em Massachusetts, estava noivo, amava surfar e praticar atividades ao ar livre, segundo seus amigos e funcionários da universidade onde estudava. Até o último semestre, ele cursava engenharia na Bunker Hill Community College, em Boston. O jovem havia se mudado do Brasil há dois anos para fazer faculdade, disseram seus amigos ao canal WCVB.

Uma página de arrecadação de fundos para cobrir os custos de seu funeral arrecadou mais de US$ 27 mil até fim da manhã desta segunda-feira, 17, ultrapassando a meta de US$ 25 mil.

"Arthur era um jovem muito feliz", disse uma postagem na página. "Ele amava a vida, era um membro ativo de uma igreja cristã, dedicando sua vida ao Senhor. Ele amava caminhadas, ciclismo, surfe e vários outros esportes. Estava sempre alegre e disposto a ajudar os outros".

Em 15 de agosto, um homem de 61 anos ficou gravemente ferido depois de ser atacado por um tubarão em Truro, cerca de 6 quilômetros ao norte da praia de Newcomb Hollow. Atualmente, ele se recupera em um hospital de Boston.

O caso de Medici foi o terceiro ataque mortal de tubarão em todo o mundo neste ano. Os outros dois casos aconteceram no Brasil e no Egito, segundo o diretor do Programa da Flórida para Pesquisa em Tubarões, Gavin Naylor. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade