Publicidade

Estado de Minas GERAL

Município tomba prédios do Teatro e do Palácio dos Tropeiros em Sorocaba


postado em 31/08/2018 12:39

O Palácio dos Tropeiros, no bairro Alto da Boa Vista, sede da prefeitura municipal, passou a integrar o patrimônio histórico de Sorocaba. Decreto do prefeito José Crespo publicado na imprensa oficial na quinta-feira, 30, inclui o prédio no rol dos bens tombados do município.

O decreto contempla também com o tombamento o prédio vizinho, do Teatro Municipal. Os dois edifícios foram projetados pelo arquiteto paulistano Luiz Arthur Guimarães Navarrete. O Palácio dos Tropeiros recebeu o nome em homenagem ao tropeirismo, que tornou Sorocaba referência no comércio de tropas no Brasil colonial.

O prédio foi inaugurado em 1981 e, na época, chegou a ser considerado "estranho" e "faraônico". Hoje, o conjunto, em meio a lagos e jardins, é considerado o cartão postal da cidade e atrai visitantes.

O Teatro Municipal, que recebeu o nome de "Teotônio Vilela" em homenagem ao parlamentar que batalhou pela anistia geral aos perseguidos pelo regime militar, foi inaugurado dois anos depois.

Conforme o decreto, o objetivo do tombamento é garantir a preservação desse conjunto, "de grande valor histórico para o município e memória cultural da população". Os prédios receberam o grau máximo de preservação, garantindo a originalidade das construções interna e externamente.

O tombamento foi proposto por resolução do Conselho do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico, Turístico e Paisagístico de Sorocaba (CMDP).

Conforme o parecer, a preservação dos prédios se torna necessária "devido às suas características arquitetônicas, com estilo brutalista que privilegia a verdade estrutural da edificação e caracterizado pelo concreto armado, e também por ser um ponto turístico da cidade, referência aos sorocabanos".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade