Publicidade

Estado de Minas

Mulher de 57 anos morre após se engasgar com pedaço de banana

Filha de 14 anos acionou Corpo de Bombeiros, mas após sofrer parada cardiorrespiratória, a vítima não reagiu


postado em 28/08/2018 17:18 / atualizado em 28/08/2018 17:27

Os bombeiros atenderam o pedido de socorro, mas não conseguiram evitar a morte(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press )
Os bombeiros atenderam o pedido de socorro, mas não conseguiram evitar a morte (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press )

Uma mulher de 57 anos morreu após engasgar-se com um pedaço de banana, na noite desta segunda-feira (27/8). O acidente ocorreu no Lago Norte por volta das 22h. O Corpo de Bombeiros Militar do DF foi acionado pela filha da vítima, uma adolescente de 14 anos. 

Ao chegarem na residência, os bombeiros encontraram Gina de Oliveira Mello debruçada na bancada da pia, já em processo de parada cardiorespiratória. O pedaço de banana foi retirado da sua boca e, durante uma hora, a equipe médica tentou reanimar a vítima, mas ela não respondeu aos procedimentos. 

 

O atendimento envolveu 14 militares, além de um helicóptero do Corpo de Bombeiros. Após a confirmação da morte, a Polícia Civil foi acionada para registrar a ocorrência.

 

Continua depois da publicidade

Este é o segundo caso de morte por engasgamento registrado no DF em menos de 15 dias. Em 20 de agosto, o dentista Hamilton Monteiro, de 37 anos, morreu depois de engasgar com um sanduíche de Filé numa lanchonete de Águas Claras. 

 

Primeiros socorros

Quando uma pessoa se engasga, é essencial prestar os primeiros socorros até a chegada do atendimento especializado. Pensando nisso, o Corpo de Bombeiros orienta, por meio do 193, sobre o que fazer em cada caso até a chegada dos médicos.
 
Geralmente em casos de engasgo, a recomendação é que a pessoa comece a tossir com força para expelir o que estiver obstruindo a garganta. Quem está próximo, pode bater forte nas costas de quem engasgou, de baixo para cima. Uma segunda dica, caso essa não dê certo, é ficar atrás da vítima e abraçá-la forte,  como explicou o capitão Ronaldo Reis.
 
"A pessoa deve fechar uma das mãos e segurá-la com a outra, fazendo um movimento vigoroso para expelir o ar que está nos pulmões do engasgado e, com isso, retirar o objeto. Sempre no sentido de baixo para cima, como se desenhasse uma vírgula".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade