Publicidade

Estado de Minas GERAL

Funai divulga vídeo de índios isolados no Vale do Javari, no Amazonas


postado em 22/08/2018 18:09

Expedição da Fundação Nacional do Índio pela região do Vale do Javari, no sudoeste do Amazonas, perto da fronteira com o Peru, constatou novas evidências da presença de índios isolados que vivem na região. A Funai divulgou nesta terça-feira, 21, um vídeo feito com drone de uma clareira, pela qual é possível ver dois indígenas andando.

No site da entidade foram publicadas também fotos de uma maloca, um machado, uma buzina e canoas produzidos pelos indígenas e feitas no ano passado.

O material foi obtido em uma expedição realizada entre 16 de julho e 1° de agosto por regiões de difícil acesso. Foram mais de 180 quilômetros com o uso de meios de transporte (barcos, caminhonetes e motos) e outros 120 quilômetros a pé, dentro da mata densa.

As evidências de movimentação dos índios foram encontradas nesta segunda etapa da expedição, na região dos afluentes dos rios Jutaí e Juruazinho. Este último fica entre duas terras indígenas (TI) - a Vale do Javari e a Mawetek.

A expedição terrestre - a terceira realizada em menos de um ano região - e dois sobrevoos fazem parte de um projeto de monitoramento dos índios isolados. A Vale do Javari é a segunda maior terra indígena do País e é ocupada por seis povos contatados (Matsés, Matis, Marubo, Kanamari e Kulina-Pano) e dois de recente contato (Korubo e Tsohom Djapa).

Há dezesseis registros em estudo de índios isolados, sendo que 11 já foram confirmados. É a maior quantidade de registros confirmados de grupos de índios isolados do país.

A região vem sofrendo uma série de ameaças, como revelou a reportagem especial "Cerco aos Isolados", publicada no ano passado pelo Estado. Na expedição mais recente, a equipe da Funai registrou a "presença assídua de caçadores" em igarapés afluentes do rio Juruazinho.

De acordo com a fundação, foram flagradas duas equipes de caça próximas aos limites da Vale do Javari. Os animais foram recuperados e soltos novamente. Três proprietários de terra que estavam empurrando suas cercas para dentro dos limites da TI Mawetek também foram advertidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade