Publicidade

Estado de Minas GERAL

Mulher atingida por bala perdida dentro de hospital passa bem


postado em 13/08/2018 18:28

A paciente de 61 anos atingida por uma bala perdida no rosto na madrugada do último sábado, 11, dentro do Hospital Santa Martha, em Niterói, na região metropolitana do Rio, durante um tiroteio em uma favela próxima, passa bem e está lúcida. Ela estava em um quarto da clínica à espera de uma cirurgia de vesícula, e foi alvejada embaixo do olho direito. A bala ficou alojada na face, e ainda não se sabe se a vítima terá a visão comprometida.

O Hospital Santa Martha fica entre duas comunidades, o Morro do Zulu e o Souza Soares. Ali, frequentemente há embates entre traficantes, e, no momento em que a mulher foi ferida, a Polícia Militar fazia uma operação. Ainda não há informação oficial sobre quem disparou o tiro. A 77ª Delegacia Policial (Icaraí) investiga o caso. A vítima não teve a identidade revelada a pedido da família.

No domingo, o hospital, que é particular, não forneceu informações detalhadas sobre o estado de saúde da mulher. Parentes deram entrevista a equipes de TV informando que ela estava estável, e conversando. A idosa, que é auxiliar de serviços gerais, vinha desde julho internada por conta da condição da vesícula. Ela passou por uma cirurgia para reconstituição de ossos da face, dilacerados pelo projétil (ainda não foi divulgado o calibre).

Segundo a PM, a operação na madrugada de sábado foi desencadeada para reprimir um baile funk organizado por traficantes do Morro Souza Soares. "Ao chegarem à comunidade, às 2 horas, as equipes foram atacadas por criminosos, que, após breve confronto, fugiram deixando para trás 40 pinos cocaína, 36 trouxinhas de maconha e 38 vidros de lança perfume", diz nota oficial divulgada no sábado à tarde.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade