Publicidade

Estado de Minas GERAL

Polícia tenta identificar suspeitos de roubar Medalha Fields


postado em 02/08/2018 18:25

Uma mochila azul, achada perto da pasta do iraniano Caucher Birkar, furtada, meia hora antes, é uma pista que pode ajudar a Polícia a identificar os dois suspeitos do furto da Medalha Fields, ocorrido na quarta-feira, 1º, no Congresso Mundial de Matemática, no Riocentro. Imagens das câmeras de segurança mostram a bolsa no ombro de um dos suspeitos e também quando um dos homens a colocou sobre os pertences da vítima, em uma cadeira. Depois, o ladrão, ao sair, levou tudo - assim os suspeitos agiram sem que ninguém percebesse.

Antes do crime, os dois suspeitos foram filmados cochichando. Depois, se separaram. A mochila azul foi achada com alguns dos pertences do iraniano. A Polícia também investiga o furto de uma mochila pertencente a um profissional de televisão. Nela, estava uma pequena câmera. Todos os participantes do Congresso precisavam de crachá de identificação para ter acesso ao pavilhão do Riocentro onde ocorria a solenidade de abertura do Congresso, durante a qual ocorreu o furto.

De ouro, a Medalha Fields, que estava na pasta furtada, é o maior prêmio da Matemática. Vale US$ 4 mil, perto de R$ 16 mil. Foi concedida ao iraniano e outros três matemáticos. Cada ganhador também receberá também 15 mil dólares canadenses (cerca de R$ 43 mil).

Em nota, a Polícia Civil informou que até o momento não sabe os nomes dos dois suspeitos. A corporação afirmou também que diligências "estão em andamento" para prender os ladrões.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade