Publicidade

Estado de Minas

Campeão de sinuca é morto a tiros em operação desastrosa da PM do Ceará

Saco de tacos teria sido confundido com arma; fato ocorreu na rodovia CE-371, em Campos Sales


postado em 01/08/2018 18:09 / atualizado em 02/08/2018 08:26

Corolla foi alvejado com vários tiros(foto: Reprodução )
Corolla foi alvejado com vários tiros (foto: Reprodução )

Uma ação desastrosa da Polícia Militar do Ceará na madrugada de quarta-feira resultou na morte de José Messias Guedes Oliveira, de 35 anos, que levou um tiro na cabeça dentro do carro onde viajava com três colegas competidores de sinuca. Os outros dois ficaram feridos. 

 

Às 2h30 policiais militares de uma patrulha do Batalhão de Divisas dispararam vários tiros contra o  Corolla branco, QEW-5350, na rodovia estadual CE-371, na saída de Campos Sales, a 531 quilômetros de Fortaleza (CE)

 

Segundo as primeiras informações, no carro estavam quatro homens que saíram  da Paraíba em direção ao Maranhão para participar de uma competição nacional de sinuca. Lancharam no meio da estrada, ao lado de um posto de gasolina. No caminho, eles se depararam com uma patrulha da PM, que havia sido informada que dentro do carro havia armas longas e que os quatro homens poderiam estar tramando um assalto a banco na região. 

Na verdade, as supostas armas vistas pelo frentista eram tacos de sinuca.

Segundo a versão dos PMs, o motorista teria furado um bloqueio na rodovia e os militares  passaram a disparar tiros em direção ao automóvel. Um deles atingiu mortalmente o campeão paraibano.

Outro passageiro do carro, Josean Leite de Oliveira, de 38 anos, ficou ferido, com dois tiros. Wendell, também competidor de sinuca, sofreu um tiro de raspão na cabeça. O quarto ocupante do carro, identificado por Gutielle, não teve ferimentos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade