Publicidade

Estado de Minas GERAL

Meirelles diz que pretende acabar com 'ideologização' do ensino


postado em 30/07/2018 21:40

Pré-candidato do MDB à Presidência da República, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, ao abordar políticas propostas em educação, disse nesta segunda-feira, 30, que pretende acabar com a "ideologização" do ensino, não apenas na escolha dos professores, mas também na definição do currículo escolar.

"Criamos um sistema onde o estudante tem o direito de ser promovido. Ele tem o direito de aprender, e para isso tem que estudar. Temos que cobrar desempenho e dar condições materiais e de treinamento aos professores", comentou o emedebista durante debate ao lado dos também pré-candidatos Geraldo Alckmin (PSDB) e João Amoêdo (Novo) promovido pelo Centro de Liderança Pública (CLP), instituição que oferece cursos em gestão pública.

Meirelles citou o Ceará como exemplo de sucesso por fazer não apenas investimentos na área, mas também valorizar a meritocracia e o desempenho dos alunos.

Meirelles disse que, caso seja eleito, vai dar prioridade à educação de base, ao ensino profissionalizante e vincular os repasses do governo federal a escolas municipais ao desempenho delas - ou seja, quanto melhor for o desempenho, maior será o repasse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade