Publicidade

Estado de Minas

Procuradora pede apoio do papa por acessibilidade em igrejas tombadas


postado em 20/06/2018 19:18

A diretora cultural da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Lívia Nascimento Tinôco, entregou, nesta quarta-feira, 20, um ofício ao papa Francisco em que solicita apoio da Igreja Católica para que pessoas com deficiência possam ter acessibilidade garantida em igrejas tombadas pelo patrimônio histórico. Lívia é coordenadora do Núcleo de Tutela Coletiva do Ministério Público Federal, em Sergipe.

A procuradora aponta a necessidade de adaptação arquitetônica nas igrejas "para favorecer o exercício da liberdade religiosa e a fruição do patrimônio cultural pelas pessoas com deficiência".

O ofício a Francisco é subscrito por Lívia e pelo procurador regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) em Sergipe, Ramiro Rockenbach, após ação civil pública ajuizada naquele Estado.

A Embaixada do Brasil junto à Santa Sé auxiliou a procuradora para o agendamento da audiência.

O secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Leonardo Steiner, também recebeu o Ministério Público Federal para tratar da questão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade