Publicidade

Estado de Minas

Pastor fala em destruição de 80% a 90% de igreja ao lado de prédio que desabou


postado em 01/05/2018 11:18

São Paulo, 01 - O pastor da Igreja Evangélica Luterana, Frederico Carlos Ludwig, avalia entre 80% a 90% a destruição causada ao templo situado ao lado do edifício que desabou: "Moro no Paraíso e a 1h30 recebi o telefonema de nossa zeladora que habitava em um quarto no fundo da igreja avisando que tinha acontecido um incêndio no prédio ao lado. Cheguei à 1h50 aqui, de onde assisti tudo. Uma desolação para as famílias, mas também para nossa igreja e o patrimônio da cidade". O edifício de 24 andares desabou durante um incêndio de grandes proporções no Largo do Paissandu, no centro de SP, na madrugada desta terça-feira, 1º.

O pastor afirmou que há muito tempo percebia problemas no prédio. Ele tentou denunciar a situação aos órgãos competentes, mas não obteve sucesso. Sobre a igreja, ele acredita que apenas o altar e a torre não foram atingidos pelo fogo.

A Igreja Evangélica Luterana foi inaugurada em 1908 e é considerada a primeira paróquia evangélica da capital, assim como o primeiro templo em estilo neogótico.

O edifício leva a assinatura do arquiteto Guilherme Von Eye e ocupa uma área de aproximadamente mil metros quadrados. Entre seus elementos de destaque estão o órgão de 146 tubos e os vitrais produzidos pela Casa Cobrado do vitralista Conrado Sorgenicht que produziu as peças do Mercado e do Theatro Municipal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade