Publicidade

Estado de Minas

USP suspende novas vagas em suas creches


postado em 12/02/2015 10:49

São Paulo, 12 - A Universidade de São Paulo (USP) suspendeu o ingresso de novas crianças em suas creches. A abertura de matrículas foi cancelada no fim de janeiro, após adesão acima do previsto de funcionários das creches ao plano de demissão voluntária (PDV) da instituição. As unidades atendem filhos de professores, funcionários e alunos.

Segundo levantamento do Sindicato de Trabalhadores da USP, entre 120 e 150 vagas foram suspensas. Aqueles que já estavam matriculados em 2014, no entanto, tiveram a permanência garantida. São cinco creches: três na capital, uma em São Carlos e outra em Ribeirão Preto, que atendem 580 crianças. A assessoria de imprensa da universidade não se manifestou sobre a medida.

No total, 1.382 servidores da universidade aderiram ao PDV, principal aposta da reitoria contra a crise financeira. Não há balanço de quantos funcionários de creches estão nesse grupo nem previsão de ampliar o funcionamento das unidades nos próximos meses.

As informações são do jornal

O Estado de S. Paulo.


Publicidade