Publicidade

Estado de Minas

Grupo que seguia para Fan Fest de Brasília entra em conflito com a polícia

Um dos manifestantes foi preso. Após a confusão, o grupo decidiu retornar ao centro da cidade


postado em 12/06/2014 17:10 / atualizado em 12/06/2014 17:22

Manifestante é detido pela polícia(foto: AFP PHOTO / Evaristo SA )
Manifestante é detido pela polícia (foto: AFP PHOTO / Evaristo SA )
O grupo de manifestantes que estava concentrado na Praça do Relógio em Taguatinga no início dessa tarde e seguiu em direção ao Fan Fest entrou em conflito com policiais militares. O grupo com cerca de 100 pessoas, que estava a um quilômetro do Taguaparque sofreu ataques de gás lacrimogênio da polícia, e um dos manifestantes foi preso. Após a confusão, o grupo decidiu retornar ao centro da cidade. A Polícia Militar informou que os participantes não poderiam passar da quadra C1 (a 300 metros da praça do Relógio), onde uma tropa de choque e a cavalaria foram posicionadas para evitar a passagem dos manifestantes ao Fan Fest. Ao tentar furar o bloqueio, os manifestantes foram impedidos pela PM. Um deles foi preso por desacato, após agredir um policial. O manifesto é organizado por integrantes do Comitê Popular da Copa, e reivindica melhorias nas áreas sociais do país como: saúde, educação e segurança. Thiago Avila, 27 anos, é um dos organizadores da manifestação, ele explica que o grupo não é contra o futebol, e sim a favor do investimento de dinheiro público em áreas sociais carente no país. "Não somos contra a seleção brasileira, amamos o futebol e queremos o Brasil campeão, mas não só no esporte, queremos vitórias na educação, saúde e transporte e também o direito de manifestar", destaca. Os manifestantes carregam cartazes com frases de protesto e alguns usam máscaras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade