Publicidade

Estado de Minas

Sobrevivente da Casa da Morte reconhece torturador


postado em 25/03/2014 12:31

Única sobrevivente da Casa da Morte, centro de tortura mantido pela ditadura militar em Petrópolis, reconheceu como um dos torturadores que atuava ali o oficial da reserva Antônio Fernandes Hughes de Carvalho, apontado em depoimentos à Comissão Nacional da verdade como o responsável pela tortura do ex-deputado Rubens Paiva.


Inês reconheceu por foto outros cinco agentes que atuaram na casa da morte. Até então ela só havia reconhecido por foto o médico Amílcar Lobo Moreira da Silva e Ubirajara Ribeiro de Souza. Ela não reconheceu por imagens os oficiais Paulo Malhães e José Brandt Teixeira. Com dificuldades para falar e se locomover, por causa de acidente doméstico, Inês, de 69 anos, chegou em cadeira de rodas à audiência da CNV que trata da Casa da Morte, realizada no Arquivo Público Nacional.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade