Publicidade

Estado de Minas

Marcola e 3 líderes do PCC são transferidos para regime de isolamento

Mudança é devida a um suposto plano de fuga encontrado, que previa resgate de Marcola via helicóptero


postado em 11/03/2014 16:31 / atualizado em 11/03/2014 16:55

Marcola teve frustrado um suposto plano de fuga
Marcola teve frustrado um suposto plano de fuga "cinematográfico" (foto: PAULO LIEBERT/AGÊNCIA ESTADO/AE)

O líder do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, foi transferido na tarde desta terça-feira, 11 para Regime Disciplinar Diferenciado (RDD). Outras três lideranças da facção também seguiram para o regime de isolamento: Cláudio Barbará, Célio Marcelo da Silva, o Bin Laden, e Luiz Eduardo Marcondes, o Du Bela Vista. Os presos foram transferidos da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau para a Penitenciária de Presidente Bernardes, ambas no interior paulista.

A autorização da transferência foi confirmada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Ela é baseada em solicitação da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e da Secretaria de Segurança Pública (SSP), depois da descoberta de um plano de fuga desses presos da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau. Em agenda nesta terça-feira, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) falou em "firmeza" contra organizações criminosas. "Essa é sempre a determinação: enfrentamento e isolamento do crime organizado".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade