Publicidade

Estado de Minas

Prefeitura intima Lamsa a construir passarela provisória


postado em 30/01/2014 13:07 / atualizado em 30/01/2014 15:22

(foto: REUTERS/Ricardo Moraes)
(foto: REUTERS/Ricardo Moraes)

A Secretaria Municipal de Obras (SMO) do Rio notificou a Lamsa, responsável pela administração da via expressa Linha Amarela, para que construa uma passarela provisória imediatamente. O objetivo da medida é "garantir a segurança na travessia de pedestres até a liberação da passarela definitiva".

Apesar de ainda não ter definido o cronograma de reconstrução das passarelas provisória e permanente, a concessionária vai disponibilizar vans nos dois sentidos da via (Barra da Tijuca, na zona oeste, e Ilha do Governador, na zona norte) para levar os moradores das comunidades às margens da via até as passarelas mais próximas.

A notificação foi publicada no Diário Oficial do município desta quinta-feira, 30, dois dias depois que a passarela foi atingida por um caminhão caçamba, deixando cinco mortos e quatro feridos. "Todos os custos devem ser assumidos integralmente pela concessionária, sem ônus aos cofres municipais", informou a SMO em nota.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade