Publicidade

Estado de Minas

Ministério Público irá intermediar diálogo com líderes de 'rolezinhos'

Em nota, o MPE diz que "articulará iniciativas junto a lojistas e o poder público, instando-os a oferecer opções culturais e de lazer aos jovens, sobretudo da periferia"


postado em 17/01/2014 20:49 / atualizado em 17/01/2014 21:03

O Ministério Público do Estado (MPE) de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 17, que intermediará o diálogo entre participantes de "rolezinhos" e shoppings centers. Em nota, o MPE diz que "articulará iniciativas junto a lojistas e o poder público, instando-os a oferecer opções culturais e de lazer aos jovens, sobretudo da periferia".

"De forma a atender a todos os estratos sociais, estimulando o democrático convívio de toda a população naqueles espaços de uso coletivo, independentemente de classes sociais, sempre preservando a ordem pública e a segurança de todos os cidadãos", afirma ainda o texto. Segundo a promotoria estadual, será aberto um inquérito civil público para investigar se ocorreu discriminação de jovens por parte dos shoppings ao barrar a entrada dos participantes dos "rolezinhos".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade