Publicidade

Estado de Minas

Na volta à cadeia, mãe de Joaquim lê e fuma sem parar


postado em 05/01/2014 15:01

De volta à Cadeia Feminina do Jardim Guanabara, em Franca (SP), a psicóloga Natália Mingone Ponte, de 29 anos, tem passado o tempo todo fumando e lendo. Para isso, ela levou para a cela uma grande quantidade de livros e pacotes de cigarro. A mãe do menino Joaquim Ponte Marques, de 3 anos, completou 24 horas presa na tarde deste domingo (5). Ela voltou para a cadeia por ordem da Justiça após ficar 31 dias encarcerada e ser solta. Funcionários contaram que Natália quase não fala, fica direto debruçada nos livros com o cigarro aceso para acompanhar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade