Publicidade

Estado de Minas

Comandante agredido reage às críticas de PMs


postado em 28/10/2013 08:55 / atualizado em 28/10/2013 12:39

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Benedito Roberto Meira, e o coronel Reynaldo Simões Rossi, agredido por mascarados durante protesto na sexta-feira, 25, reagiram ontem, 28, às críticas de policiais à conduta do coronel, classificada como “fora das regras” da PM. “O contexto determina os procedimentos individuais e coletivos mais adequados de cada modalidade de policiamento e cada fração da Polícia Militar”, afirmou o coronel Reynaldo.

Para o comandante-geral, as críticas foram feitas por gente que fez carreira “apenas analisando e criticando os colegas”, afirmou. “Ao contrário do coronel Reynaldo e muitos outros, como eu, que sempre estivemos juntos com a nossa tropa, amassando o barro, tomando chuva, e trabalhando muito na atividade operacional.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade