Publicidade

Estado de Minas

Maior avião da PF está proibido de voar por falta de autorização da Anac

Aeronave da Polícia Federal não decola desde dezembro do ano passado


postado em 16/09/2013 08:08 / atualizado em 16/09/2013 08:15

Aeronave com capacidade para 50 passageiros está no pátio da PF(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
Aeronave com capacidade para 50 passageiros está no pátio da PF (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
O maior avião da Polícia Federal (PF), utilizado para transporte de agentes em grandes operações, está proibido de voar desde o início de maio deste ano. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu o certificado de aeronavegabilidade, documento obrigatório para a decolagem. A Inspeção Anual de Manutenção (IAM) da aeronave expirou em 2 de maio. Sem autorização da agência reguladora, o avião permanece parado no hangar da PF em Brasília. E não há, por enquanto, previsão de voltar a ser usado novamente em missões da PF.

O jornal Correio Braziliense apurou que o EMB-145ER, fabricado pela brasileira Embraer, com capacidade para transportar 50 passageiros, está parado desde dezembro do ano passado. É possível observar que uma parte pequena da fuselagem está danificada. Outro avião do mesmo modelo, utilizado pela Força Nacional na transferência de presos para os presídios federais, adquirido em 2009, também estava com a autorização suspensa desde junho deste ano. No entanto, na sexta-feira à tarde, a situação foi regularizada.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade