Publicidade

Estado de Minas

DJ carioca preso por pedofilia é denunciado pelo MP-RJ

Ele ainda pode ser denunciado por outros crimes


postado em 19/09/2012 22:26

O DJ carioca Darke Mattos, de 30 anos, preso há uma semana com imagens pornográficas de crianças e adolescentes, foi denunciado nesta quarta-feira pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ) como incurso no artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): "Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente".

Mattos, que tem 15 anos de carreira e é famoso por se apresentar em boates cariocas como 00 e Fosfobox, foi preso em flagrante na semana passada, quando a Polícia Civil do Rio, por meio da Delegacia de Repressão de Crimes de Informática, promoveu uma operação de busca e apreensão na casa do DJ, no Leblon (zona sul), e na rádio Ibiza, que funciona em Copacabana (na mesma região). Mattos foi detido na rádio com um pen drive que continha imagens pornográficas de crianças. A Justiça já decretou a prisão preventiva dele.

Mattos está detido no presídio de Bangu 8 e ainda pode ser denunciado por outros crimes, como aliciamento de menores e produção de imagens pornográficas de crianças e adolescentes. A perícia no material apreendido ainda não terminou e pode levar o Ministério Público a concluir por esses delitos. Segundo a Promotoria, Mattos foi denunciado por uma pessoa de seu convívio que tomou conhecimento da ação criminosa do DJ e informou ao Ministério Público.

A reportagem não conseguiu localizar o advogado ou algum representante de Darke Mattos, na noite desta quarta, para se manifestar sobre a acusação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade