UAI
Publicidade

Estado de Minas

CNJ analisará proposta de cotas para negros e índios


postado em 03/06/2012 15:25

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deverá analisar na próxima terça-feira proposta de criação de cotas para o ingresso de índios e negros na magistratura e entre servidores do Judiciário. A discussão foi proposta pela advogada indígena Juliene Cunham, segundo a Agência Brasil. O requerimento para análise do tema foi protocolado no início do mês passado.

O conselheiro Jefferson Kravchychyn, relator do processo, acredita que a discussão deverá se estender além do CNJ, uma vez que dependeria de projetos de lei e de alteração da própria Lei Orgânica da Magistratura. Na eventualidade de a proposta apresentada pela advogada ser aprovada, os conselheiros do CNJ deverão montar um grupo de trabalho para analisar os possíveis critérios para a instalação de um sistema de cotas, o qual deverá considerar o cenário étnico do país.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade