Publicidade

Estado de Minas

Vigilância Sanitária interdita Centro Cirúrgico de Hospital do Fundão


postado em 07/10/2011 11:14

A Superintendência de Vigilância Sanitária (Suvisa) interditou nessa quinta-feira o Centro Cirúrgico Geral do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, na Ilha do Fundão. Após vistoria, os técnicos constataram que há "risco sanitário", devido a rachaduras na estrutura física do local. Ele só poderá ser reaberto depois de uma nova vistoria da Vigilância Sanitária, assim que as obras forem concluídas.

O hospital informou que as obras no centro cirúrgico começaram nesta sexta-feira e que as cirurgias canceladas não são de emergência e serão realizadas após a recuperação .

A Vigilância Sanitária havia sido chamada pela direção do hospital, após denúncias de funcionários de que havia ratos na unidade por causa dos escombros da ala sul, implodida em dezembro passado depois de ser constatado risco de desabamento.

Na última terça-feira, representantes do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea), do Programa de Pós-Graduação de Engenharia da Universidade Federal do Rio (Coppe/UFRJ), estiveram no local para vistoriar uma rachadura no 12º andar do prédio. Os técnicos não encontraram risco para a estrutura do hospital, mas 22 cirurgias agendadas para esse dia foram canceladas e no dia seguinte também não houve a realização de operações.

Em nota, o hospital informou que a rotina está mantida e que mantém 210 pacientes internados e 1.050 atendimentos ambulatoriais marcados.


Publicidade