Publicidade

Estado de Minas CHECAMOS

Carteira de vacinação mostra que o governador de São Paulo foi vacinado com a CoronaVac

Muitas das postagens acompanham fotos do último dia 7 de maio, quando Doria foi vacinado contra a COVID-19 na cidade de São Paulo


14/05/2021 20:27 - atualizado 14/05/2021 20:27


 

Captura de tela feita em 14 de maio de 2021 de uma publicação no Instagram
Captura de tela feita em 14 de maio de 2021 de uma publicação no Instagram
Publicações que asseguram que o governador de São Paulo, João Doria, recebeu a vacina da Pfizer contra a covid-19, e não a CoronaVac, imunizante que tem promovido desde meados de 2020, foram compartilhadas centenas de vezes em redes sociais ao menos desde o último dia 10 de maio. Isso é falso. A carteira de vacinação do governador mostra que ele recebeu a vacina produzida pelo Instituto Butantan, que fabrica a CoronaVac no Brasil. Em vídeo do momento da vacinação também é possível ver o frasco da dose desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech.


“O Governador João Dória Jr na Fila de Vacina Rápida da Pfizer da Alemanha mas, faz Lobby para comprar a Coronavac do PCC - Partido Comunistas da China. Pimenta nos Olhos dos Outros é Refresco”, diz uma publicações compartilhadas no Facebook (1, 2, 3), Twitter (1, 2, 3) e Instagram.

Muitas das postagens acompanham fotos do último dia 7 de maio, quando Doria foi vacinado contra a covid-19 na cidade de São Paulo. 

Na semana em que o governador recebeu o imunizante, muitos estados haviam suspendido a aplicação da CoronaVac, devido a um atraso no envio de insumos da China para a fabricação no Brasil. Ao mesmo tempo, o primeiro lote de vacinas dos laboratórios Pfizer e BioNTech havia chegado ao país.

Não é verdade, no entanto, que Doria não tenha sido vacinado com o imunizante que promove desde meados de 2020.

Em coletiva de imprensa após ser vacinado, o governador de São Paulo confirmou a repórteres que havia recebido a vacina do laboratório chinês Sinovac Biotech. “Todas as vacinas são boas, mas a minha vacina foi a CoronaVac”, disse.

No mesmo dia, publicou no Instagram uma foto em que segura sua carteira de vacinação. No documento, é possível ler que o imunizante aplicado no governador foi o produzido pelo Instituto Butantan, que fabrica a CoronaVac, e não o elaborado pela Pfizer.

Na foto, Doria utiliza um filtro ironizando uma declaração do presidente Jair Bolsonaro que, em dezembro de 2020, disse que quem se vacinasse contra a covid-19 corria o risco de “virar jacaré”

No vídeo do momento da vacinação compartilhado pelo governo de São Paulo na plataforma Vimeo também é possível ver, a partir dos 6 minutos, que o frasco da dose aplicada se assemelha ao da CoronaVac.

Como destacado abaixo, o recipiente manuseado no vídeo possui uma faixa laranja na parte central e a tampa cinza, assim como o produzido pelo Instituto Butantan. Já o frasco da Pfizer é branco com a tampa roxa. 
Captura de tela feita em 14 de maio de 2021 de uma foto publicada pelo governador João Doria no Instagram
Captura de tela feita em 14 de maio de 2021 de uma foto publicada pelo governador João Doria no Instagram

Em publicação no Twitter no último dia 11 de maio, a equipe de comunicação de Doria esclareceu que o governador pôde tomar a CoronaVac porque a vacina não chegou a ficar em falta em São Paulo, já que o governo do estado “reservou as doses”, ao contrário do recomendado pelo Ministério da Saúde.

De fato, em 7 de maio, dia em que Doria foi vacinado, outras pessoas reportaram no Twitter (1, 2, 3) casos de vacinação com a CoronaVac no estado de São Paulo.

Hoje uma das vacinas contra a covid-19 mais aplicadas no Brasil, a CoronaVac, pôde ser produzida no país graças a um acordo firmado em junho de 2020 entre o Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo, e o laboratório chinês Sinovac Biotech. O imunizante foi alvo de controvérsias no ano passado e o presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar que não compraria o que descreveu como a “vacina chinesa de João Doria”.

Conteúdo semelhante a este também foi verificado pelos sites Aos Fatos e Agência Lupa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade