UAI
Publicidade

Estado de Minas COPENHAGUE

Dinamarca fechará cinemas e teatros após recorde de casos de covid


17/12/2021 11:18

A Dinamarca vai fechar cinemas, teatros e salas de concerto para tentar frear o aumento recorde de casos de covid-19 provocado pela variante ômicron, anunciou nesta sexta-feira a primeira-ministra Mette Frederiksen.

O país escandinavo registrou o recorde de mais de 11.000 casos nas últimas 24 horas, com um novo pico de mais de 2.500 da variante ômicron, informou o governo.

"Os teatros, os cinemas, as salas de concerto terão que fechar", declarou a primeira-ministra Mette Frederiksen durante uma entrevista coletiva.

"Temos que limitar nossa atividade. Temos que limitar todos os nossos contatos sociais", completou.

A Dinamarca, muito avançada em termos de sequenciamento, é um dos países do mundo com mais casos detectados da variante ômicron. As autoridades preveem que a ômicron se tornará a variante dominante nos próximos dias.

As medidas anunciadas nesta sexta-feira devem ser aprovadas pelo Parlamento.

"Nosso objetivo continua sendo manter a sociedade o mais aberta possível", disse Frederiksen, que descartou confinamentos como o do primeiro semestre de 2020 "porque temos vacinas".

O governo também pedirá o fechamento de outros locais que reúnem muitas pessoas, como parques de diversões, centros de congressos ou museus.

Embora as férias de Natal já tenham sido ampliadas para enfrentar o aumento de casos, o Executivo continua com planos de retomar as aulas no dia 5 de janeiro.

Os bares e restaurantes terão que fechar às 23h00 e não poderão servir bebidas alcoólicas depois das 22h00.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade