UAI
Publicidade

Estado de Minas ACIDENTE

Declarado morto, homem fica 7 horas em refrigerador de necrotério

Por erro médico, o homem foi declarado dado como morto em um hospital na Índia; sete horas depois um familiar percebeu que ele estava vivo


23/11/2021 14:06 - atualizado 23/11/2021 15:08

Funcionário de hospital abre gaveta de refrigerador de hospital na Índia
Homem passa sete horas em câmera fria de necrotério até ser declarado vivo (foto: AFP)
Um caso de possível negligência médica chocou a Índia na última quinta-feira (18/11). Srikesh Kumar, de 45 anos, foi dado como morto em um hospital indiano, após sofrer um grave acidente de trânsito. 

Como protocolo comum, o corpo foi então levado para o necrotério do complexo de saúde, na cidade de Moradabad. Sete horas depois, no entanto, Kumar foi encontrado vivo dentro da câmara fria. 

A família foi ao hospital assinar a autorização para a autópsia, quando a cunhada de Kumar percebeu que ele se movia dentro do refrigerador. 

De acordo com a mídia local, os médicos buscaram sinais vitais no paciente inúmeras vezes antes de declarar sua morte.  A família, por outro lado, alega erro médico e negligência e pretende processar o hospital. Já o hospital defende que o caso foi “um milagre” e que uma investigação será aberta. 

Srikesh Kumar foi encaminhado para um novo centro de saúde, na cidade de Meerut, onde recebe a assistência médica necessária. No momento, ele permanece em coma. 




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade