UAI
Publicidade

Estado de Minas NICÓSIA

Chipre revogará 45 'passaportes dourados'


15/10/2021 15:39

Chipre anunciou esta sexta-feira (15) a decisão de revogar a cidadania de 45 estrangeiros que se beneficiaram dos "passaportes de ouro", um programa de concessão de passaportes em troca de investimentos na ilha mediterrânea, que foi abolido no ano passado após acusações de corrupção.

Esta decisão surge quatro meses após a publicação de um relatório de investigação independente sobre este sistema, que revela que 53% dos 6.779 passaportes emitidos entre 2007 e 2020 foram emitidos "ilegalmente", sem verificação de antecedentes suficiente.

"O governo decidiu revogar (a cidadania) de 39 investidores e seis de seus parentes", disse o porta-voz do governo cipriota, Marios Pelekanos, sem especificar quem são.

As autoridades estão investigando mais cerca de 50 casos, disse ele.

No âmbito do programa do passaporte dourado, um cidadão de um país fora da União Europeia poderia obter um passaporte cipriota em troca de um investimento de 2,5 milhões de euros (2,9 milhões de dólares), que poderia ser revertido na compra de uma residência na ilha.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade