Publicidade

Estado de Minas HAIA

Procuradora do TPI quer investigação sobre luta antidrogas nas Filipinas


14/06/2021 12:47 - atualizado 14/06/2021 12:50

A procuradora-geral do Tribunal Penal Internacional (TPI), Fatou Bensouda, pediu nesta segunda-feira (14) a abertura de uma investigação completa dos assassinatos cometidos nas Filipinas durante a chamada guerra contra as drogas, uma de suas últimas decisões antes de deixar o cargo esta semana.

"Hoje, anuncio que o exame preliminar sobre a situação na República das Filipinas terminou e que solicitei autorização judicial para dar prosseguimento a uma investigação", declarou Fatou Bensouda, em um comunicado.

Filipinas se retirou em 2019 do TPI, o único tribunal permanente de crimes de guerra no mundo, mas a procuradora-geral afirma que ainda pode investigar os crimes cometidos durante o período em que o país foi membro.

A decisão de Manila foi tomada depois que esta corte, com sede em Haia, iniciou um exame preliminar em 2018 da luta contra as drogas do presidente Rodrigo Duterte entre julho de 2016 e março de 2019, a qual deixou milhares de mortos.

O mandato da gambiana Bensouda termina nesta terça-feira (15). Seu sucessor será o britânico Karim Khan.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade