Publicidade

Estado de Minas REDE SOCIAL

China bloqueia rede social por mensagem sobre aniversário da repressão

Mensagem se referia aos 32 anos de aniversário da repressão na Praça da Paz Celestial, em Pequim


07/06/2021 07:17 - atualizado 07/06/2021 07:50

(foto: AFP / Frederic J. BROWN)
(foto: AFP / Frederic J. BROWN)
A rede social Xiaohongshu foi bloqueada após a publicação de uma mensagem no aniversário da repressão das manifestações de 1989 na Praça Tiananmen (Paz Celestial) de Pequim, em uma intensificação da censura chinesa a respeito da data.

A página no Weibo da Xiaohongshu, uma plataforma na qual os participantes compartilham informações de viagens e compras, publicou uma mensagem em 4 de junho que afirmava "diga em voz alta, a data de hoje é ...!", segundo capturas de tela divulgadas em outras redes sociais.

A data marcou o 32º aniversário da repressão. Não ficou claro se a mensagem se referia a Tiananmen, pois a página publica textos similares às sextas-feiras, para marcar o fim de semana.

A página, apoiada pelos sites populares Tencent e Alibaba, estava fora do ar nesta segunda-feira, quatro dias depois da mensagem, e em seu lugar havia um aviso do Weibo sobre a retirada após uma advertência "por violar leis e regulamentos".

A repressão em Tiananmen é um tema altamente sensível para o regime comunista da China, que tenta apagar o tema da memória coletiva.

Em 4 de junho de 1989, soldados chineses abriram fogo contra manifestantes reunidos na praça de Pequim e acabaram com uma onda de protestos de várias semanas, com pedidos de abertura política e do fim da corrupção.

Centenas de pessoas morreram na repressão, mas alguns analistas acreditam que o número pode ter superado mil vítimas.

As autoridades prenderam este ano várias pessoas em Hong Kong que tentaram recordar a data, depois que a tradicional vigília anual foi proibida.
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

A AFP pediu a Xiaohongshu um comentário sobre a suspensão da página, mas não recebeu uma resposta até o momento.

O aplicativo inclui uma função de compras que permite que algumas marcas vendam produtos diretamente aos seguidores.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade