Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

BCE/Visco: mudanças climáticas afetam crescimento e estabilidade financeira


04/06/2021 15:00

Membro do conselho do Banco Central Europeu (BCE), Ignazio Visco afirmou nesta sexta-feira, 4, que as mudanças climáticas afetam o crescimento e a estabilidade financeira das economias. "Esta conferência confirma que agora existe uma consciência generalizada da importância do problema: as mudanças climáticas estão tendo um efeito evidente em todos nossos países, ameaçando o crescimento econômico, o desenvolvimento e a estabilidade financeira", disse, durante conferência internacional sobre o clima, promovida pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS).

As mudanças que estão ocorrendo no meio ambiente também ameaçam, em sua visão, a saúde das populações, o que foi enfatizado durante a pandemia da covid-19, que ainda está sendo combatida pelos países. "Muitas das causas profundas das mudanças climáticas, como desmatamento e perdas do hábitat natural, ao aumentar a chance de contato entre as pessoas e a vida selvagem, amplia o risco de novas pandemias futuras", alertou Visco.

Ele destacou a importância da adoção de políticas globais para enfrentar os riscos das mudanças climáticas. Segundo Visco, que também é presidente do Banco da Itália, "nenhum país pode enfrentar este problema sozinho, já que as emissões de carbono não conhecem fronteira". O dirigente enfatizou ainda o papel dos governos como "principais atores" uma vez que são os únicos que têm em mãos o poder de cobrar impostos sobre as emissões de carbono como uma forma de reduzi-las e estimular investimentos verdes.

O G20, que reúne as maiores economias do mundo, são, conforme Visco, o palco ideal para impulsionar práticas globais de combate aos impactos das mudanças climáticas nos países. Para este ano, conforme ele, o grupo vai se concentrar em três áreas principais: relatórios de sustentabilidade; métricas para classificar e verificar investimentos verdes e o alinhamento das operações das instituições financeiras internacionais com o Acordo de Paris.

Esses, inclusive, são alguns dos temas da conferência, que acontece em Veneza, em 11 de julho. Atualmente, a presidência do G20 está com a Itália. "O Simpósio enfocará a política fiscal, e em particular a precificação do carbono, na luta contra as mudanças climáticas e irá elaborar um relatório conjunto do Fundo Monetário Internacional (FMI) e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre 'Política Fiscal e Mudanças Climáticas'", informou Visco.

O membro do BCE encerrou o último dia da conferência virtual do BIS, que reuniu especialistas para debater as mudanças climáticas e eventuais ações de combate por parte do setor financeiro ao redor do globo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade