Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

EUA espera 'ações' e não 'palavras' sobre retirada de tropas russas perto da Ucrânia


22/04/2021 16:45 - atualizado 22/04/2021 16:50

Os Estados Unidos esperam "ações" e não "palavras" de parte da Rússia após seu anúncio de que começará a retirar suas tropas posicionadas perto da fronteira com a Ucrânia e na Crimeia anexada, disse nesta quinta-feira (22) o Departamento de Estado.

O porta-voz da diplomacia americana, Ned Price, também disse à imprensa que Washington continuará "vigiando a situação de perto", "em coordenação estreita com as autoridades ucranianas" e outros aliados dos Estados Unidos.

"Escutamos o anúncio feito pela Rússia de que ia começar a retirar suas tropas da fronteira com a Ucrânia. Escutamos suas palavras, agora esperamos as ações", avisou.

"Vamos nos assegurar de que a Rússia vai até o final do seu compromisso", acrescentou.

A presença destas dezenas de milhares de soldados perto da Ucrânia, que combate desde 2014 os separatistas pró-russos no leste do país, alimentou nos últimos dias tensões entre Moscou, Kiev e os países ocidentais.

Em um sinal de desescalada aparente, a Rússia anunciou nesta quinta-feira que começará a partir desta sexta a retirada de suas tropas, e o presidente russo, Vladimir Putin, se disse aberto a receber "a qualquer momento" seu colega ucraniano, Volodymyr Zelensky, em Moscou, para conversar sobre as relações bilaterais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade