Publicidade

Estado de Minas INTERNACIONAL

Adolescente negra é morta pela polícia nos EUA; crime repercute nas redes

Morte de Ma'Khia Bryant, de 16 anos, ocorreu menos de uma hora antes de ex-policial ser declarado culpado do assassinato de George Floyd


21/04/2021 17:15 - atualizado 21/04/2021 17:28

As imagens mostram os policiais chegando a um local onde acontece uma briga entre a vítima e outra jovem(foto: Reprodução/Twitter )
As imagens mostram os policiais chegando a um local onde acontece uma briga entre a vítima e outra jovem (foto: Reprodução/Twitter )

A polícia de Columbus, no estado de Ohio, Estados Unidos, matou a tiros uma adolescente afro-americana que aparentemente atacava outra pessoa com uma faca, menos de uma hora antes do ex-policial ser declarado culpado do assassinato de George Floyd.

A cidade foi cenário de protestos após o incidente, que aconteceu em um contexto de manifestações contra o racismo e a violência policial nos Estados Unidos.

Derek Chauvin foi declarado culpado do assassinato de George Floyd nessa terça-feira (20/4)(foto: Handout/Hennepin County Jail/AFP)
Derek Chauvin foi declarado culpado do assassinato de George Floyd nessa terça-feira (20/4) (foto: Handout/Hennepin County Jail/AFP)


De acordo com o chefe de polícia da cidade, Michael Woods, a polícia recebeu uma ligação de emergência na terça-feira à tarde de uma pessoa que temia ser atacada com uma arma branca.

A polícia também divulgou parte da gravação da câmera usada pelo agente que matou a adolescente, identificada como Ma'Khia Bryant, de 16 anos, pelos serviço de infância do condado Franklin e, Columbus.

"Pensamos que era importante compartilhar com a comunidade, sermos transparentes sobre este incidente", declarou Michael Woods.

As imagens mostram os policiais chegando a um local onde acontece uma briga, enquanto algumas pessoas observam, uma adolescente ataca outra com o que parece ser uma faca, tiros são ouvidos e a jovem cai no chão.

O prefeito Andrew Ginther classificou a morte da jovem como uma situação "horrível e de comoção" e "um dia trágico para a cidade de Columbus".

Segundo o prefeito, o policial - que não teve o nome divulgado - "atuou para proteger a outra jovem de nossa comunidade".

Confira a repercussão nas redes sociais: 







receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade