Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Uruguai expulsa do país argentino que organizou festa clandestina

Cidadão argentino teve a permissão de residência temporária revogada por descumprir medidas de isolamento social e reunir 500 pessoas em uma festa


22/03/2021 20:47 - atualizado 22/03/2021 22:11

A festa, na madrugada de sábado na casa particular do argentino, na cidade litorânea de Sauce de Portezuelo, teve que ser encerrada pela polícia(foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
A festa, na madrugada de sábado na casa particular do argentino, na cidade litorânea de Sauce de Portezuelo, teve que ser encerrada pela polícia (foto: Wikimedia Commons/Reprodução)
O governo uruguaio decidiu nesta segunda-feira (22/3) revogar a residência temporária e expulsar do país o cidadão argentino acusado de organizar uma festa clandestina para mais de 500 pessoas em sua residência particular, localizada no Departamento de Maldonado.

O Ministério do Interior tomou a decisão por motivos "de ordem pública e de ordem sanitária na medida em que (o cidadão argentino) violou normas que proíbem expressamente aglomerações com base na emergência sanitária" por causa da pandemia de COVID-19.

A festa aconteceu na madrugada de sábado na casa particular do argentino na cidade litorânea de Sauce de Portezuelo, a cerca de 15 quilômetros do exclusivo balneário de Punta del Este, e teve que ser encerrada pela polícia.

Fontes do ministério declaram ao jornal local El País que o comportamento do organizador da festa "desnatura o subsídio de residência concedido pelas autoridades nacionais" ao não cumprir a regra que proíbe multidões devido ao risco sanitário.

Depois de passar a maior parte de 2020 como modelo na América Latina para o seu controle bem-sucedido da pandemia, o Uruguai sofreu, desde novembro, um forte crescimento no número de casos.

No mês passado, bateu recordes de infecções diárias, internados em unidades de terapia intensiva e portadores de doença.

O país de 3,4 milhões de habitantes registra 81.537 infecções e 792 mortes pelo novo coronavírus.

Variante brasileira


O Ministério da Saúde Pública informou nesta segunda-feira a descoberta da variante brasileira P.1, que segundo estudos preliminares é mais contagiosa, em sete departamentos do país.

Diante desse novo cenário, o presidente Luis Lacalle Pou convocou um Conselho de Ministros para esta terça-feira (23/3), após o qual deverá anunciar novas medidas para reduzir o número de infecções.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade